Arrependimento que Mata

Acaba de ser lançado nos Estados Unidos um livro que parece ser interessante, escrito por uma enfermeira que trabalha com doentes terminais em um hospital. Ela pesquisou ao longo do tempo, quais eram os maiores arrependimentos dos doentes ao longo da vida. Acabou relatando os cinco mais comuns.

Alguns são bem simples como “passar mais tempo ao lado dos amigos, bla, bla, bla”. Mas dois deles me chamaram atenção, justamente os dois maiores. Disseram os doentes:

  1. Não ter tido coragem de fazer o que eu queria sem me preocupar com o que os outros pensam.
  2. Ter trabalhado muito.

Foi nessa ordem. Isso me faz pensar porque há tempos eu alego que as pessoas trabalham muito, levam muito em conta a opinião dos outros e não dão a menor bola para seus reais desejos. Em suma, vivem pouco sua essência, aproveitam pouco a vida e depois, como na pesquisa da tal enfermeira, no leito de morte, se arrependem.

Minha pergunta a você leitor é a seguinte: Precisa mesmo pensar nisso, se arrepender lá na frente, quando estiver para morrer? O que quero dizer é: Não pode parar agora, se dar dez minutinhos – sim, nesse exato instante – e pensar nisso fazendo uma simples pergunta a você mesmo, de preferência, diante de um Espelho… Mais ou menos assim…

“Se continuar vivendo desse modo, do que vou me arrepender quando estiver no fim da vida?”

Eu sei que é complicado pensar nisso agora, afinal, você está aí trabalhando e cheio de saúde, mas não é uma questão mórbida não, é uma questão do que você fará com o resto da sua vida.

Como se fosse um exercício, como se hoje fosse o primeiro dia do resto da sua vida, coloque num pedaço de papel quais serão seus maiores arrependimentos. Após fazer isso, escreva ao lado de cada um deles, uma solução para que não se torne uma realidade triste.

Já te aviso que não será fácil. Falo por experiência própria, pois que quando li sobre esse livro fiz o exercício comigo. E olha que sou uma pessoa que não dá a mínima para o que os outros pensam. Quem me acompanha ou me conhece sabe que um dos meus lemas é: O que os outros pensam sobre mim é problema deles, não meu.

Ainda assim, ainda que eu tenha feito praticamente tudo o que quis na vida, minha lista não foi tão pequena…

O segundo maior arrependimento das pessoas com quem a enfermeira/escritora conversou, foi o lance de trabalhar muito. Pois é. Trabalhar é necessário, afinal precisamos nos sustentar. Ok, ninguém discute isso. Mas a questão é a palavra… muito.

Pra que? Por que fazemos isso? Para ter mais coisas que já temos? Ou seja, para ter mais do mesmo? Essa máxima é meio esquisita porque nem sempre queremos mais do mesmo… Estranho. Alguns querem trabalhar mais para ter mais dinheiro para melhorar seu patrimônio. Repito, mais do mesmo.

Tanto isso é verdade que o segundo maior arrependimento é esse, ter trabalhado muito. Claro, eles falam isso porque entendem que deveriam ter aproveitado melhor a vida. Então agora a pergunta é outra: O que vem a ser… Aproveitar melhor a vida?

Resposta parece óbvia: Ter coragem para fazer mais o que se quer sem se importar com o que os outros pensam.

Círculo vicioso, mas este parece ter saída, não? 

MM

Anúncios
Publicado em Ego. 4 Comments »

4 Respostas to “Arrependimento que Mata”

  1. Gisela Says:

    Olá MM,
    Você tem absoluta razão, não precisamos esperar o tempo passar. Temos que ser ativos e viver intensamente todas as experiências. E não dar bola para os outros, quem manda em nossas vidas somos nós.
    Abraços,
    Gi

    Curtir

  2. Denise Says:

    Adorei, Marcelo. Gosto desse tipo de reflexão pois é ela que nos levará a um futuro mais seguro.
    Parabéns.

    Curtir

  3. Alex Says:

    Boa Pesquisa, Bom Livro e Bom Texto. Quer saber a real? Somos (Sou) Cego! Não enxergamos e tão pouco compreendemos porque nos foi concedido VIDA. Estúpidos! É o que a maioria são. E por isso há tanta MOLÉSTIA. Tanta DÚVIDA. Tanto SOFRIMENTO. Mas VICIADOS NESTE MARKETING VIVÊNCIAL, não fazemos o que deveríamos fazer. Depois deseja-se ‘voltar atrás’ ou mudar a partir da terrível notícia que seus dias estão contatos. TARDE DEMAIS! SOMOS IDIOTAS MESMO. Acorda ALEX! Enquanto ainda lhe sobra um tempo. Pois parte dele você já desperdícou tentando, apenas tentando. FUI! ASA

    Curtir

  4. Yolanda Says:

    Lindo texto. A reflexão é necessária para evitar arrependimentos quando for tarde demais.

    Curtir


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: