Pensar cansa

Pensador

Pensar cansa. Cansa mesmo. Pensar dá tristeza, medo, angústia, culpa e outras tantas coisas que a princípio parecem negativas. Não são. Se você consegue e tem coragem de pensar é porque quer realmente mudar alguma coisa.

Digo isso porque a maioria não quer pensar não. Aliás, odeiam pensar na própria vida porque tem medo de que fracassem mais ainda. Aquele tipo de gente que conhecemos que não pensa na vida com medo das conclusões. Mas eu aviso, estão apenas adiando os problemas, escondendo embaixo do tapete toda a sujeira. Estão também aumentando exponencialmente as conseqüências ruins de tudo o que terão que enfrentar pela frente.

Falando dessa maneira parece que a vida é um fardo e tanto. E é mesmo, mas apenas para aqueles que têm medo dela. Sim, existe muita gente que tem medo da vida. Nem sei porque nasceram, mas enfim, só Ele vai nos explicar isso um dia.

Quando disse que pensar cansa, quero que pense agora aqui comigo, quantas vezes você teve medo de pensar e quantas pessoas conhece que tem esse medo. Digo que várias, para ambos os pensamentos.

Tanto isso é verdade que esses livros de auto-ajuda que compramos têm esse efeito, pensar por nós. Achamos que lendo ou descobrindo uma fórmula mágica, não precisaremos pensar. Achamos que somente seguir alguma imbecilidade que alguém prega, bastará para que nossa vida mude radicalmente.

Em outras palavras, a maioria dos seres inteligente precisa de um norte. Veja só que absurdo eu vi outro dia num carro. Emparelhei com uma mulher, na casa dos 40 anos e muito, muito bonita. Após o farol abrir, fiquei atrás do carro dela e um enorme adesivo colado no vidro me chamou atenção a ponto de eu quase pará-la para conversar a respeito. Sei que sou louco, mas me controlei e só pensei, problema dela se ela é assim.

Dizia o adesivo em inglês mais ou menos isso: “Eu nunca me perco. Alguém sempre me diz o que fazer”.

Pode passar “batido” para qualquer pessoa, mas para mim não. Eu fiquei tão indignado com aquilo e tão triste ao mesmo tempo que anotei na hora para não me esquecer depois. Como é que alguém confessa uma coisa dessas? Como confessar que não se sente perdido porque alguém sempre diz o que ela deve fazer? Que espécie de vida tem uma pessoa dessas?

Já em casa, pensando a respeito, descobri que essa gente é a maioria aqui na terra. Desculpem, mas é sim. Pesado afirmar, mas quando pensamos mais profundamente em tudo, descobriremos que é verdade. Os livros de auto-ajuda vendem como pão quente. As palestras de seus autores ou de gurus estão cada vez mais concorridas.

Por que? Simples, as pessoas estão buscando fora o que deveriam procurar dentro. Calma, vou explicar. Procuram fora, através de livros e palestras, o que deveriam procurar dentro de si mesmas. Querem que alguém lhes diga o que fazer. Acham, que uma generalização de problemas e soluções pode ajudar a resolver algo tão íntimo e pessoal. Eu afirmo com todas as letras novamente: O que soluciona algo para mim não soluciona para você, mesmo que o problema seja parecido. Ou até mesmo igual. Sabe por que? Porque um mesmo problema tem significado diferente para cada ser. Somos, antes de qualquer coisa, um ser individual e uma só identidade.

Procurar em livros ou em palestras o que devemos fazer é o mesmo que ter um adesivo daqueles em seu carro. É implorar para que alguém te fale o que fazer.

Seu desejo é que vai te conduzir. Simples assim. Se você deseja algo, vai saber como buscar a realização disso para que seu Ego saia da crise.

MM

Anúncios
Publicado em Ego. 5 Comments »

5 Respostas to “Pensar cansa”

  1. Gustavo Says:

    Marcelo, gosto de seus texto. Mas ele estão se tornando previsíveis, gosto do seu jeito in-conformado e des-comportado.. achei genial a escolha dos títulos de seus livros, aliás. Acho que voce está em um nível em que não deve mais fazer discursos, deve mexer um poucos mais poéticas, movimentos.. romper cada vez mais com os paradigmas.. Desculpe, mas essa foi somente uma primeira impressão, sem muitos fundamentos.
    abs

    Curtir

  2. Imara Says:

    O fato de pensar remete a ” ter q tomar uma atitude”.
    Pensar faz com q vc “pinte o cenário” e aí invariavelmente vc verá aquelas coisas q não se encaixam assim tão bem, cores que destoam, matérias amorfas…
    Neste caso o “pensar” está ligado ao “sentir” e olha…. acho bom não pensar mesmo nisto agora ! kkkk

    Curtir

  3. Sil Says:

    Oi, amore!
    Quanto tempo..não apareço por aqui…
    Não poderia deixar de comentar…tal anormalidade…pois as pessoas que não pensam…e preferem…que outros pensem por elas…são os “anormais”…
    Na encruzilhada da vida….param pra ver…que lado vou…e aí…será que tem livrinho na mão…ou palestrinha gravada no celular…
    O monopólio da alto ajuda…está aí e com seguidores crescendo a cada dia…é isso que o país quer…

    Ainda vivo no grau da normalidade…opa…vai ter comentários…que sou anormal…rsrs

    Curtir

  4. Marco Says:

    …e quem age sem pensar faz coisas sem propósito e acaba quebrando a cara.

    Curtir

  5. ? Says:

    quem muito pensa pouco age…

    Curtir


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: